Do you prefer the english version? Click here! X

Clube Atlético Mineiro

- Campeonato Brasileiro -

Você está aqui:

10.09.17 Campeonato Brasileiro

Micale valoriza ponto e lamenta que superioridade não tenha se traduzido em vitória


Mesmo lamentando o empate em razão da superioridade do Atlético durante os 90 minutos, o técnico Rogério Micale valorizou o ponto conquistado diante de um adversário difícil.

Válida pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, a partida foi disputada neste sábado, na Arena Independência.

“Quando estava onze contra onze, estávamos muito bem na partida, com um domínio amplo. Tivemos o primeiro pênalti, que perdemos, depois o segundo. Estávamos com o domínio, jogando no campo adversário, pressionando a saída de bola, recuperando em linha alta. O que posso dizer nesse momento é que confio no elenco, confio nos jogadores e vou treinar mais ainda para situações como essa”, destacou Micale.

“É um tipo de situação em que não podemos nos precipitar. Temos que manter a tranquilidade porque já ganhei e perdi jogos com um jogador a menos porque a equipe quer fazer o gol de qualquer forma, se desarruma e proporciona, em contra-ataques, sofrer o gol mesmo com um a mais. Correções, é lógico que precisamos fazer e vamos fazer. Então, é manter a tranquilidade e valorizar esse ponto. É seguir em frente rumo ao nosso objetivo porque também enfrentamos uma equipe muito forte”, acrescentou o treinador atleticano.

O comandante alvinegro afirmou que assume a responsabilidade pelas tentativas feitas com as substituições e que não deram o resultado esperado.

“É assim, se uma bola daquela cruzada entra, se uma das bolas que cabeceamos entra, seriam boas as substituições. Então, a gente vive muito nesse fio da navalha. Quando a coisa não acontece, é ruim, não funciona, não está bom. A gente entende isso, esse lado do torcedor, mas estamos ali para tomar decisões e achei que aquelas seriam as melhores decisões. Infelizmente, não conseguimos, mas, em outras vezes, conseguimos. É ter tranquilidade nesse momento, saber assimilar um empate em casa com o Palmeiras. Toda a situação nos levou a crer na vitória, era possível, mas jogamos contra uma grande equipe e vamos assimilar isso sem querer transferir a responsabilidade para ninguém. A responsabilidade é minha e vamos seguir em frente”, concluiu o técnico.

Publicado 10 de setembro de 2017, às 12:50.