Do you prefer the english version? Click here! X

Clube Atlético Mineiro

- Campeonato Brasileiro -

Você está aqui:

09.09.15 Campeonato Brasileiro / Futebol / Profissional

Galo vence o Avaí na Arena e segue na cola do líder

O Atlético segue firme na luta pela liderança do Brasileirão. Na noite desta quarta-feira, na Arena Independência, o Galo venceu o Avaí por 2 a 0 e chegou a 48 pontos, mantendo-se na vice-liderança da competição.

Os gols foram marcados por Luan, de letra, e Leonardo Silva, de cabeça.

Na próxima rodada, o adversário será o Cruzeiro, às 16h de domingo, no Mineirão.

GALERIA DE FOTOS DO JOGO:

Fotos: Bruno Cantini / Atlético

O JOGO

A primeira tentativa do Atlético aconteceu na enfiada de bola de Lucas Pratto para Patric, mas o passe do artilheiro argentino foi muito longo. Aos quatro minutos, Lucas Pratto cruzou pela direita e Giovanni Augusto passou pela bola, que atravessou a grande área.

Aos seis minutos, Giovanni Augusto estava em posição legal quando recebeu lançamento pela direita e cruzou para Dátolo empurrar para o gol, mas a arbitragem assinalou impedimento inexistente na origem da jogada.

Luan, aos onze minutos, abriu o placar para Galo com um golaço de letra, completando cruzamento de Giovanni Augusto pela direita.

Marcos Rocha arriscou de fora da área aos 23 minutos e, no meio do caminho, Dátolo desviou para o gol, mas estava em posição irregular.

Aos 28 minutos, Dátolo cobrou falta da intermediária, a bola desviou na barreira e saiu pela linha de fundo. O próprio Dátolo cobrou o escanteio pela esquerda, na medida para Leonardo Silva cabecear e ampliar a vantagem atleticana: 2 x 0.

O Galo voltou a levar perigo no cruzamento de Marcos Rocha pela direita e cabeceio de Lucas Pratto, por cima do gol.

SEGUNDO TEMPO

O Atlético voltou do intervalo sem alterações e foi logo tendo boa chance na jogada envolvendo Lucas Pratto, Patric, e Luan, que não conseguiu finalizar.

Aos cinco minutos, Victor fez boa defesa na conclusão de Léo Gamalho. Aos oito minutos, Marcos Rocha cruzou rasteiro pela direita buscando Lucas Pratto na área, mas a bola desviou no zagueiro e ficou para o goleiro Vágner.

Em novo ataque atleticano, aos onze minutos, Giovanni Augusto cruzou pela direita e Lucas Pratto tentou o cabeceio, mas desviou muito de leve na bola.

Aos 14 minutos, Dátolo foi substituído por Pedro Botelho. Em seguida, Giovanni augusto cobrou falta para a grande área e o goleiro Vágner afastou o perigo.

Aos 23, Marcos Rocha cruzou pela direita e a zaga do Avaí fez o corte. Seis minutos mais tarde, Thiago Ribeiro entrou no lugar de Giovanni Augusto.

Logo depois da substituição, Marcos Rocha fez cruzamento em cobrança de falta e a defesa catarinense conseguiu a interceptação. Aos 35, em lance pela direita, Thiago Ribeiro tomou a bola no ataque e cruzou, mas a bola atravessou a área sem perigo para o goleiro Vágner.

Levir Culpi promoveu a terceira mudança no time aos 40 minutos, quando Patric deixou o campo para a entrada de Dodô. Aos 42, a bola sobrou para Pedro Botelho finalizar, mas o lateral foi atrapalhado pelo zagueiro na hora do chute e a bola ficou fácil para o goleiro.

Já nos descontos, Thiago Ribeiro tentou lançamento para Patric, mas a defesa levou a melhor na jogada. Aos 49, no último lance, Thiago Ribeiro recebeu lançamento de Leandro Donizete, invadiu a área e chutou para a defesa de Vágner.

ATLÉTICO 2 x 0 AVAÍ
Motivo:
Campeonato Brasileiro – 24ª rodada
Data: 09/09/2015
Hora: 19h30
Estádio: Arena Independência
Cidade: Belo Horizonte (MG)
Gols: Luan (11′), Leonardo Silva (29′)
Público: 10.388
Renda: R$359.570,00
Árbitro: Luis Teixeira Rocha (CBF-1/RS)
Auxiliares:
Rafael da Silva Alves (Asp. Fifa/RS) e José Javel Silveira (ESP-2/RS)
Cartões amarelos: Leonardo Silva, Thiago Ribeiro, Dodô (Atlético); Jéci, Everton Silva (Avaí)

ATLÉTICO
Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson e Patric (Dodô); Rafael Carioca, Leandro Donizete, Dátolo (Pedro Botelho) e Giovanni Augusto (Thiago Ribeiro); Luan e Lucas Pratto. Técnico: Levir Culpi.

AVAÍ
Vágner; Antônio Carlos, Jubal e Jéci (Rômulo); Nino Paraíba, Adriano, Pablo, Tinga, Juninho (Everton Silva) e Romário; Léo Gamalho (André Lima). Técnico: Gilson Kleina.

Publicado 09 de setembro de 2015, às 21:01.